terça-feira, 22 de setembro de 2015

Linux "comendo" memória RAM dos servidores ?

          Por Richardson Lima

Olá pessoal,

Segue abaixo um pequeno texto que escrevi afim de compartilhar a minha experiência com análise de desempenho de servidores Linux. Este tema parace simples, mas muitos administradores ao redor do mundo se confundem bastante. Leia até o final e me diga o que você acha.

O que de fato está acontecendo ? 
Bom, o sistema operacional GNU/Linux faz o uso da memória RAM não utilizada para o cache de disco. Isso faz com que você pense que está com pouca memória, mas você não está!  

Por que o GNU/Linux faz isso?
O cache de disco torna o sistema muito mais rápido. Não há desvantagens, exceto para novos administradores do sistema operacional.  

E se eu quiser executar mais aplicativos e a memória RAM estiver alocada para cache de disco?
Se os aplicativos ou serviço do sistema desejam mais memória, o sistema operacional Linux simplesmente vai"devolver"  uma parte da memória que estava sendo usada como cache de disco para este fim, esta devolução é extremamente calculada por algoritmos do sistema operacional. O cache de disco pode sempre ser devolvido para aplicações de forma imediata. 

Então, Preciso de mais swap?
Não, o uso de memória RAM para cache de disco não tem como levar o sistema operacional a usar swap. 

Como faço desativar este recurso de alocação de memória RAM para cache?
Você não pode desativar o cache de disco. A única razão para que um administrador queira desabilitar o  recurso de cache de disco, é porque ele acha que é preciso deixar a memória longe de suas aplicações e serviços. Cache de disco faz com que as aplicações rodem de forma mais rápida, mas NUNCA  "rouba" a memória das aplicações, isto é extremamente gerenciado pelo sistema operacional. Portanto, não há absolutamente nenhuma razão para desativar este recurso!
Como faço para ver quanta memória RAM livre eu realmente tenho?
Para ver quanta memória RAM está REALMENTE livre para usar para seus aplicativos e serviços no sistema operacional, execute o famoso comando  free -m e verifique a linha que diz "- / + buffers / cache", isso mesmo, na coluna que diz "free". Veja o item selecionado na imagem abaixo, este é o valor REAL de memória FREE!



quarta-feira, 3 de junho de 2015

15 anos de Funções ZZ

15 anos… É muita coisa.
Imagino que deva ter usuários das Funções ZZ que são mais novos do que isso :)
Quando penso em softwares antigos, como as ferramentas originais do Unix, sempre imagino seus criadores como véios barbudos de óculos. Agora aqui estou eu, um jovem* gafanhoto que todo dia aprende algo novo, que nem barba tem direito (só uns fiapos), olhando meu próprio software completar 15 anos.
* Se é que alguém com 37 anos ainda pode ser considerado jovem…
No post comemorando os 13 anos, já ponderei sobre o tempo que passou e o que me faz continuar trabalhando neste software, após tantos anos. Então dessa vez vamos direto ao que interessa.

A versão nova

Para comemorar este aniversário, eu e o Itamar (meu amigo e co-autor das funções) decidimos preparar uma versão nova das funções. A última foi em 2013, nacomemoração de 13 anos.
Trabalhamos pesado nos últimos meses, usando nossas raras horas vagas de emprego/família/obrigações para discutir problemas, arrumar bugs, criar funções novas e melhorar as já existentes. O GitHub atesta a loucura que é esse desenvolvimento:
O resultado é a versão nova 15.5 (downloadanúnciochangelog), que traz um número recorde de 49 funções novas, deixando nosso querido software com um total de 178 funções!
Bônus: Sabe quem enviou uma função nova, para participar das comemorações? OThobias, antigo co-autor das funções que há anos não “aparecia” por estas bandas. Massa!

Vem participar do projeto!

Você é programador(a), ou curte a linha de comando? Te convido a juntar-se a nós lá no GitHub. Pode entrar no meio das conversas lá no issues, reportar problemas ou criar sua própria Função ZZ.
Mesmo que não seja programador(a), você sabia que o site das funções também é um projeto lá no GitHub, e é gerado automaticamente a cada commit? Assim, caso você encontre algum erro no site, ou queria contribuir com conteúdo novo, é fácil. No final de cada página do site há um link direto para o seu arquivo original, pronto para ser melhorado, por você!
Toda ajuda é muito bem-vinda, e necessária para que o projeto continue ativo por muitos anos mais. Muito obrigado a todos os contribuidores atuais e que venham os novos!

Criado por Aurelio Jargas, este é um software livre 100% nacional e maduro, que já completou 15 anos de existência. É o resultado do trabalho voluntário e não remunerado de vários brasileiros que colaboram em suas horas vagas, por prazer. Feito com muito carinho, bash, sed, awk, dedicação, expressões regulares, grep ...

Quer conhecer mais... ??? - http://funcoeszz.net/ 

quarta-feira, 27 de maio de 2015

quinta-feira, 19 de março de 2015

Ferramentas Colaborativas Parte 3 - Untach

Tem horas que você está com um arquivo imenso para mandar para alguém e não tem como enviar via email, dropbox, google drive... etc...
Você pode usar serviços de compartilhamentos de arquivos como o Untach. - http://untach.com/
Basta arrastar o arquivo para a página, ou clicar na imagem e escolher o arquivo.
O arquivo fica disponível por 24hs e depois o link é auto destruído.
Mas cuidado com o que posta lá ok??, já que não consegui achar nada sobre política de privacidade.



Dica de Ébano Moreira

Se você tem dicas de programas coloaborativos, mande um email para contato@dailson.com.br para que a gente possa testar e divulgar no nosso blog!

quarta-feira, 18 de março de 2015

Frase do dia

" O Homem é um cadáver adiado ..."
Fernando Pessoa

Você sabe com quem está falando?

Um vídeo sobre a arrogância de alguns simples mortais.


Ferramentas Colaborativas Parte 2 - Collabedit

Essa vai para os programadores!
Já imaginou escrever um código a 4, 6, 8, ... n mãos? Compartilhar conhecimento? Resolver um problema com várias pessoas ao mesmo tempo mexendo no código?
Bom, esta ferramenta é para você! :)

Basta entrar no site http://collabedit.com e clicar em novo documento.

Logo após, passe o link que foi criado para os outros programadores.


Pronto! Você já pode programar colaborativamente.

Dica de Ébano Moreira

Se você tem dicas de programas coloaborativos, mande um email para contato@dailson.com.br para que a gente possa testar e divulgar no nosso blog!

Valeu PessoALL!!!


Ferramentas Colaborativas: Parte 1 - dontpad.com



Imagine que você quer conversar com um grupo de pessoas, porém não há como reuní-los no momento com WhatsUP, Messenger, Skype, etc...
Você pode usar o quadro colaborativo do dontpad.
Funciona assim: abra um browser qualquer, digite dontpad.com/nome onde este nome, é o nome da sala que você vai criar, passe isso para seus amigos, e todos cairão em uma mesma sala de bate papo.
Podem conversar a vontade.
Ao final, se quiser gravar a conversa, basta acrescentar ao final do link .zip
exemplo:
http://dontpad.com/batepapo
http://dontpad.com/batepapo.zip

Dica de Ébano Moreira

Se você tem dicas de programas coloaborativos, mande um email para contato@dailson.com.br para que a gente possa testar e divulgar no nosso blog!

Valeu PessoALL!!!

terça-feira, 17 de março de 2015

Frase do dia


"Nunca deixe para amanhã, o que você pode fazer depois de amanhã...."
Mark Twain

Download Gratuito do Livro - Linux: Dicas e Truques

Post original do Site: Dicas-l
No ano 2000, eu publiquei, pela Editora da Conectiva, o livro Linux: Dicas e Truques.
Este livro está disponível gratuitamente para download. Na época, o livro foi uma compilação de diversas mensagens da Dicas-L, que estava completando o seu terceiro ano de vida. No dia 3 de março de 2015, a Dicas-L completou 18 anos, atingindo a maioridade :-)
E por falar em ebooks, eu reuni diversos artigos de minha autoria e também de outros amigos, para montar o livro Aprendendo a Aprender. O tema deste livro é o aprendizado, com enfase no aprendizado de idiomas. O download deste livro também é gratuito.
Para finalizar, gostaria de recomendar algumas obras do Prof. Walther Hermann, que é um educador atuando em diversas áreas do aprendizado e desempenho humano. No site Bloqueios, estão disponíveis para download diversos capítulos de seus livros, com especial destaque para o livro sobre Mapas Mentais, que é uma técnica bastante inovadora e interessante para o aprendizado e memorização. Todos este material pode ser baixado livremente a partir do site Bloqueios.

segunda-feira, 9 de fevereiro de 2015

Curso preparatório de PMP

Recomendo o Curso preparatório de PMP. As inscrições já estão abertas em:

On Line: http://www.eventick.com.br/pmprime-pmp-2015-webinar 
Presencial: http://www.eventick.com.br/pmprime-pmp-2015-webinar

Desconto de 10% para as inscrições que já estão com descontos até fevereiro.